Monitorando servidores no Linux com o Cockpit

Há algum tempo atrás estava lendo artigos relacionado à servidores, e houve um em especial que me chamou a atenção. Ele falava sobre uma ferramenta open-source para monitoramento de servidores – o Cockpit.

Resolvi, então, instalar em uma máquina virtual (que por sinal foi muito simples) para fins de teste. Gostei muito da ferramenta, e hoje, vou ensiná-los como instalar e vou lhes apresentar algumas features.

Como instalar o Cockpit?

Bom galera, no meu caso estou utilizando um CentOS 7, mas ele funciona nativamente também para Red Hat, Fedora, Debian, Ubuntu, Atomic e Arch. Confira no site clicando aqui.

Instalando:

  • $ yum install cockpit -y

Obs.: Se for Debian ou derivados, você utilizará o apt-get install.

Monitorando servidores no Linux com o Cockpit
Monitorando servidores no Linux com o Cockpit

Finalizada a instalação, devemos configurá-lo para iniciar no boot do sistema e também já iniciá-lo para testar:

  • $ systemctl enable cockpit
  • $ systemctl start cockpit
Monitorando servidores no Linux com o Cockpit
Monitorando servidores no Linux com o Cockpit

Vamos ver se está tudo certo:

  • $ systemctl status cockpit
Monitorando servidores no Linux com o Cockpit
Monitorando servidores no Linux com o Cockpit

O Cockpit roda na porta 9090, então basta colocarmos em um navegador da nossa rede o IPDOEQUIPAMENTO:9090. No meu caso seria 192.168.25.40:9090, entretanto, você notará que o acesso será negado.

Por quê? Por conta do firewall.

Vamos habilitar o serviço do Cockpit:

  • $ firewall-cmd –add-service=cockpit –permanent
  • $ firewall-cmd –reload
Monitorando servidores no Linux com o Cockpit
Monitorando servidores no Linux com o Cockpit

Vamos acessar de novo agora:

Monitorando servidores no Linux com o Cockpit
Monitorando servidores no Linux com o Cockpit

Opa, agora sim, né?

Qual usuário colocar? Qualquer usuário local do equipamento, ou seja, o mesmo que você usa pra logar.

Logo na tela inicial você irá se deparar com gráficos de desempenho de memória, CPU, rede e disco:

Monitorando servidores no Linux com o Cockpit
Monitorando servidores no Linux com o Cockpit

No menu lateral esquerdo você terá as opções de Sistema, Logs, Contas, Serviços e Terminal.

Sistema é justamente a tela inicial. Vamos dar uma olhada na aba de Logs:

Monitorando servidores no Linux com o Cockpit
Monitorando servidores no Linux com o Cockpit

Nesta tela é possível você analisar vários logs do sistema operacional. No topo da tela é possível filtrar por data e por severidade de log. Por exemplo, podemos listar todos os logs possíveis:

Monitorando servidores no Linux com o Cockpit
Monitorando servidores no Linux com o Cockpit

Em Contas, podemos gerenciar os usuários do equipamento:

Monitorando servidores no Linux com o Cockpit
Monitorando servidores no Linux com o Cockpit

Já na aba Serviços é possível parar serviços, iniciar, habilitar e desabilitar na inicialização:

Monitorando servidores no Linux com o Cockpit
Monitorando servidores no Linux com o Cockpit

Por último, na aba Terminal é possível emular um terminal e realizar qualquer tipo de comando:

Monitorando servidores no Linux com o Cockpit
Monitorando servidores no Linux com o Cockpit

Bom pessoal, espero que este artigo tenha lhe sido útil.

Obrigado, e continuem acompanhando!

 

Se tiver alguma dúvida ou sugestão de conteúdo, por favor, entre em contato aqui ou comente abaixo!