Minha experiência jogando Dota no Linux

Primeiramente, gostaria de deixar claro que não sou jogador de Dota, apenas instalei para fins de teste, e curiosidade de ver o comportamento do meu desktop durante o game.

O Dota 2 é um moba assim como seu grande concorrente, League of Legends. Foi um dos primeiros grandes jogos a ser lançado nativamente para o Linux pela Steam. Como gosto muito de League of Legends e não tenho preconceito com outros jogos, resolvi instalá-lo e testá-lo no Linux.

Então hoje vou falar um pouco sobre a minha experiência jogando Dota no Linux.

Como instalar o Dota 2 no Linux?

Primeiramente você precisará da Steam. Você pode instalar baixando o arquivo deb ou diretamente do repositório da sua distribuição de estiver disponível.

Se optar pelo arquivo deb:

  • $ gdebi –n steam_latest.deb

Se optar pela distribuição (no meu caso) Ubuntu:

  •  $ apt install steam -y

Agora, basta você abrir o launcher da Steam e procurar pelo jogo:

Minha experiência jogando Dota no Linux
Minha experiência jogando Dota no Linux

Qual o real desempenho do Dota 2 no Linux?

Para começo de conversa, eu estava utilizando uma GTX 660ti com os drivers da própria NVIDIA, o que, de fato, deixa meu equipamento com maior processamento de vídeo.

Se você não sabe como instalar o driver de vídeo da NVIDIA no Linux, clique aqui e veja como fazer isso.

Estava com todas as configurações no máximo e rodando no máximo de resolução do meu monitor (1366×768). Sem estar em contato com os campeões inimigos ele se manteve com o FPS extremamente alto, o que é bom!

Minha experiência jogando Dota no Linux
Minha experiência jogando Dota no Linux

Caminhando pela água também não houve queda de FPS!

Minha experiência jogando Dota no Linux
Minha experiência jogando Dota no Linux

E em contato com os outros campeões, utilizando as skills também não surtiu uma queda de FPS:

Minha experiência jogando Dota no Linux
Minha experiência jogando Dota no Linux

Na minha opinião os gráficos ainda são piores do que o League of Legends, mas, de qualquer forma, me surpreendi com a forma como o Linux conseguiu conduzir o jogo.

Ainda pretendo fazer outro post testando com o módulo nouveau de código-aberto.

Essa foi a dica de hoje pessoal, abraço!

 

Se tiver alguma dúvida ou sugestão de conteúdo, por favor, entre em contato aqui ou comente abaixo!