Os 10 MELHORES atalhos para trabalhar na linha de comando do Linux

Quem me conhece há mais tempo, ou me acompanha aqui no Blog e no YouTube, sabe o quanto eu AMO a linha de comando, tanto que já postei diversos vídeos mostrando os comandos no CentOS sem a interface gráfica. Então, na dica fucking master de hoje, vamos aprender os 10 MELHORES atalhos para trabalhar na linha de comando do Linux.

Entenda porque migrei do BASH para o ZSH

1) TAB

O TAB é simplesmente aquele atalho que não pode faltar no seu arsenal, pois fará você ser muito mais ágil na hora de digitar. Existem duas formas para utilizar ele: Completar e ver opções.

Se estivermos digitando um comando que já existe no nosso sistema, por exemplo o dpkg (no caso do Debian e derivados). Se digitarmos “dpk” e pressionarmos TAB, o terminal automaticamente vai completar para “dpkg”.

Veja no exemplo abaixo que o “ramfs” é completado automaticamente:

Os 10 MELHORES atalhos para trabalhar na linha de comando do Linux
Os 10 MELHORES atalhos para trabalhar na linha de comando do Linux

Além disso, outra forma de utilizar é para obter as opções disponíveis. O mais comum é no próprio gerenciador de pacotes. Veja no exemplo abaixo que obtemos todos os pacotes que começam com “python”:

Os 10 MELHORES atalhos para trabalhar na linha de comando do Linux
Os 10 MELHORES atalhos para trabalhar na linha de comando do Linux

2) CTRL+D

Este atalho tem a mesma função do comando exit, utilizado para finalizar sessões no terminal. No exemplo abaixo eu finalizo duas sessões seguidas até fechar o terminal:

Os 10 MELHORES atalhos para trabalhar na linha de comando do Linux
Os 10 MELHORES atalhos para trabalhar na linha de comando do Linux

3) CTRL+A

Este atalho é bem útil quando você digita comandos muito longos e precisa fazer alguma mudança no começo do mesmo. Faz com que você volte para o começo da linha.

4) CTRL+E

Por outro lado, este atalho faz justamente o contrário do CTRL+A, direcionando o cursor para o final da fila.

5) CTRL+Shift+C

Vou te contar que este atalho em específico eu demorei um pouco para conhecer, acabei criando o hábito de copiar os textos com o mouse mesmo, visto que o CTRL+C dava um break em qualquer processo. Então, se quiseres copiar qualquer texto no terminal, é só usar este comando.

6) CTRL+Shift+V

Como você já deve ter percebido, este atalho cola o que copiamos dentro do terminal.

7) CTRL+U

Pense neste “U” de “Undo”, isto é, ele vai apagar tudo o que escrevemos até ali. É um atalho muito bom, evitando assim aquele “jogo” com o cursor para cima e para baixo para limpar o terminal:

Os 10 MELHORES atalhos para trabalhar na linha de comando do Linux
Os 10 MELHORES atalhos para trabalhar na linha de comando do Linux

8) CTRL+R

Este eu nem diria que é um atalho, mas sim uma função muito interessante que permite realizarmos uma busca por alguma palavra-chave nos comandos que executamos anteriormente (possivelmente o que está armazenado no bash_history):

Os 10 MELHORES atalhos para trabalhar na linha de comando do Linux
Os 10 MELHORES atalhos para trabalhar na linha de comando do Linux

9) CTRL+Alt+F1(2,3,4,5,6…)

Este atalho é um combo que vai até o F12 se não me engano, começando no F1. Basicamente, ele é utilizado para alterar entre as TTY do sistema. Geralmente, você começa no F2. Se pressionar o CTRL+Alt+F1 vai abrir um terminal totalmente no modo texto, caso queira voltar é só pressionar CTRL+Alt+F2 (se não funcionar, vá aumentando o número).

Isso é muito interessante quando se tem de realizar alguma manutenção pelo terminal após dar algum problema na interface gráfica, como, por exemplo, após a instalação de algum driver. Desta forma, você pode reverter a situação usando outra TTY.

10) CTRL+L

Por fim, algo que vai agilizar muito a sua vida na hora de limpar o terminal. Este atalho faz a mesma coisa que o comando clear do Linux. Pode me agradecer depois! 🙂

Espero de coração que você tenha gostado deste artigo!

Não esqueça de nos seguir no Instagram para receber os últimos conteúdos!

Participe dos nossos grupos no Telegram e Facebook! 🙂

 

Veja também:

Se tiver alguma dúvida ou sugestão de conteúdo, por favor, entre em contato aqui ou comente abaixo!