Mateus Müller

Mateus is the guy behind the scenes.

23 Oct 2019

Minha PRIMEIRA CONTRIBUIÇÃO para um projeto OPEN-SOURCE

Como vocês bem sabem, eu já contribuo para a comunidade open-source com produção de conteúdo, mas nunca contribui codificando algo para melhorar um projeto no GitHub. Foi isso que comecei a fazer para participar do Hacktoberfest 2019:

Fiz duas contribuições para um projeto aqui do Brasil, mas também quis me envolver com outros projetos, com desenvolvedores de outros lugares do mundo. E claro, usando Shell Script.

Qual era o projeto?

O projeto é chamado de Cleanser e você pode acessar o repositório clicando aqui. A ideia do projeto é criar scripts que ajudem no dia a dia a organizar o sistema, fazer limpezas e essas coisas básicas mas que demandam um certo tempo.

É um projeto que começou a bem pouco tempo, então tinha bastante espaço para desenvolvedores mais iniciantes contribuírem com os códigos existentes e também para enviar novos scripts.

Qual foi a minha contribuição?

No meu caso, contribui alterando um pouco de um código e também adicionando um novo script que mostrei nos stories do meu Instagram.

Se você entrar no repositório oficial do projeto, verá um script chamado clean_trash.sh que foi a minha contribuição. A ideia era criar um script extremamente simples para fazer uma limpeza no sistema. Logo pensei, limpar a lixeira é a primeira coisa que a gente faz, mas como na maioria das vezes estamos no Terminal, é necessário ir até o gerenciador de arquivos e selecionar o diretório para limpar. Esse tempo pode ser diminuído com um script!

Como funciona o clean_trash.sh?

Posteriormente, você pode ler mais especificamente o código, mas basicamente ele faz um “find” no diretório /home do usuário que está chamando o script, procurando por diretórios chamados “trash”, que é o nome que o Linux usa para a lixeira.

Se houver somente um diretório, ele fará a limpeza deste. Caso contrário, será mostrado para o usuário os diretórios encontrados, juntamente com um pop-up de seleção de qual diretório deve ser feito a limpeza.

Veja, no meu caso são dois diretórios:

Minha PRIMEIRA CONTRIBUIÇÃO para um projeto OPEN-SOURCE

Então, vamos rodar o script:

Minha PRIMEIRA CONTRIBUIÇÃO para um projeto OPEN-SOURCE

Veja que duas opções são demonstradas. Se o usuário selecionar a opção 2, a limpeza será executado no diretório /home/mateus/.local/share/Trash.

Muito simples, mas pra quem tem preguiça de abrir o gerenciador de arquivos, se torna bastante útil! Hahaha.

Conclusão

Você não precisa ser um expert para contribuir em projetos open-source, muito menos ter uma ideia extremamente mirabolante. Eu tive a ideia e fiz o código em mais ou menos umas 2 ou 3 horas. Um script simples, mas útil. Dê uma chance e contribua também!

Me siga no Instagram onde eu faço conteúdos da minha rotina diária.

Participe dos nossos grupos no Telegram e Facebook! 🙂

Se tiver alguma dúvida ou sugestão de conteúdo, por favor, comente!
comments powered by Disqus